segunda-feira, 18 de março de 2013

Livro n.° 46


Titulo: L'héritier de l'ombre
Titulo original: Shadow heir
Autor/a: Richelle Mead
Editora: Milady
Paginas: 525
Género: Fantasia urbana

Sinopse original: 
Shaman-for-hire Eugenie Markham strives to keep the mortal realm safe from trespassing entities. But as the Thorn Land's prophecy-haunted queen, there's no refuge for her and her soon-to-be-born-children when a mysterious blight begins to devastate the Otherworld...
The spell-driven source of the blight isn't the only challenge to Eugenie's instincts. Fairy king Dorian is sacrificing everything to help, but Eugenie can't trust the synergy drawing them back together. The uneasy truce between her and her shape shifter ex-lover Kiyo is endangered by secrets he can't--or won't--reveal. And as a formidable force rises to also threaten the human world, Eugenie must use her own cursed fate as a weapon--and risk the ultimate sacrifice...

Opinião:
4° e supostamente ultimo livro da série Cisne Negro. Sempre que uma série termina fico contente, estou farta das séries que se alongam, muitas vezes sem nexo e perdendo as características originais. Mas, neste caso, nem por isso, e o motivo é simples, existe um final que é feliz, mas bastante podre, já que existe um segredo e grave entre o casal, e que por sua vez deixa o final de certa forma aberto. Para complicar a própria autora deixa no seu site uma informação, de que talvez quem sabe um dia irá escrever o 5° livro e assim terminar o que começou. Estou frustrada e um pouco zangada com este aspecto, sinto que fui um pouco « roubada ». Impossível não fazer spoilers neste comentário, fica o aviso. Neste livro encontramos a Eugenie, grávida, e perseguida por Kiyo a mando de Maiwenn, que querem a todo custo eliminar o herdeiro do senhor das Tempestade e assim impedir a Profecia, que diz que este irá reconquistar o mundo dos homens. Dorian é neste momento um aliado, a relação entre Eugenie e ele é de amizade, apesar de ele querer mais e ela igualmente, nenhum da um passo concreto. Gostei de ver um Dorian mais romântico, mas fiquei com saudades do Dorian inicial, um pouco canalha. Apesar de toda ajuda, ela decide esconder-se com a ajuda do padrasto no mundo dos homens e é lá que da à luz Isaac e Ivy, que ela decide deixar com um casal de xamãs. Durante esse período, uma rainha faë, lança um sortilégio, o Inverno Eterno, todos os reinos, ficam sob o jugo de um inverno rigoroso que trás a fome, e a morte. Para se livrarem tem que aceitar render-se à essa rainha. Mas um grupo liderado por Dorian e Eugenie vai tentar libertar os reinos. Desta parte, saliento o Volusian, quem diria, ficamos a saber muito mais sob ele, e a aproximação entre Dorian e Eugenie. E heis que se da uma reviravolta em relação à profecia, e se Isaac não for o herdeiro ? Apesar de tudo o que se descobre, Eugenie vai continuar a manter em segredo os filhos, mas o que me enervou, ela tinha que me dar cabo dos nervos neste livro... foi a atitude egoísta de esconder ao Dorian que é ele o pai. Depois de tudo o que ela passou por desconhecer as sua raízes vai fazer o mesmo aos filhos. O maior sonho do Dorian é ser pai, e ela sabe, em parte até entendo as questões de segurança, mas mesmo assim o Dorian tinha direito a saber a verdade. E é aqui que o livro fica em aberto, ficamos sem saber se ela conta, fica no ar que talvez contara, e depois existe a Maiwenn, que como o Kiyo avisou, continua a achar que o Isaac é um perigo e que o irá tentar descobrir para matar. Se a autora não quer escrever um livro, pelo menos, uma historia curta, os fãs iriam agradecer.... Este livro é cheio de acontecimentos, reviravoltas, o que mantém um ritmo constante.

Nota: 8/10

2 comentários:

  1. Olá! Deixei um pequeno selinho no meu blog para ti :)
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada :)
      é o do blog A Dreamer In Wonderland?
      bjs

      Eliminar