domingo, 31 de março de 2013

Marcador para livro - 4


São simples e faceis de fazer. Precisam apenas de clips, tecidos coloridos, tesoura, cola. Adoro este site: oartesanato
 
 
 

Marcador para livros - 3


Este é um marcador magnetico. É preciso, cartão, tecido ou papel de embrulho, papel magnetico, tesoura, cola branca. Se querem ver como se faz podem consultar este site:two-bee . Eu tirei o molde para folha neste site: entredamas 
 

 
 
 
 
 
 

Marcadores para livros - 2


Ando numa de trabalhos manuais. Estes marcadores são fáceis de fazer basta papel para impressão género cartolina, tesouras, uma impressora para imprimir o molde. Podem imprimir o molde neste site: guiademanualidades, e ver mais trabalhos interessantes.
 
 
 
 

Livro n.° 54


Titulo: El tercer Circulo
Titulo original: The third circle

Autor/a: Amanda Quick
Editora: Vergara

Paginas: 350
Género: Romance de época


Sinopse original: Leona Hewitt, disguised in men�s formal evening clothes, has secretly made her way into Lord Delbridge�s private museum to retrieve a relic stolen from her family. But someone else is in the dimly lit gallery on the same errand: a tall, blackcloaked man whose very voice is enough to cause her to fall into a trance.
Thaddeus Ware, a mesmerist with psychic gifts, is accustomed to fearful reactions from others�women, in particular. After all, a man who can control the minds of others could rob a lady of her virtue�completely unbeknownst to her. But Leona shows no trace of hysteria in his presence. A gifted crystal worker, she exerts a rather hypnotic power over the hypnotist himself. And she is determined to keep the coveted crystal they manage to recover by giving him the slip at a run-down London inn.
Thaddeus, on assignment for the Arcane Society, knows the menace Leona is courting by absconding with the crystal. A source of remarkable energy, it holds the potential for great destruction. Lord Delbridge has already killed to acquire the crystal, his key to membership in the elite, shadowy group known as the Third Circle. And, with the help of a ruthless hunter of preternatural skill�dubbed the Midnight Monster by the press�Delbridge intends to find Leona. With the stolen crystal in their possession, the danger is only beginning

Opinião:
Segundo uns sites este é o 2° livro, segundo outros este é o 3°, sendo que o 2° é contemporâneo e assinado com o nome verdadeiro da autora. Este livro é superior ao anterior, mas continua com o mesmo problema, pouco romance, mas admito que este tinha um pouco mais. A intriga, cenários e personagens são mais consistentes, e melhor construidos. O ritmo é fluido. Existe mistério, conspirações, humor. Bastante previsível, e com um final rápido e com pouco dramatismo. O casal tem mais « momentos », e bastante química, que foi mal aproveitada. Outro ponto positivo : as personagens secundarias, estas tinham uma razão de ser na historia, e acrescentavam algo à intriga. Leona tem um dom : a capacidade de « ler », transmitir e absorver, os poderes de cristais, e assim ajudar pessoas atormentadas por sonhos e pesadelos. Vive com uma governanta e um cão. De vez em quando veste-se de homem, e que a todo o custo recuperar uma antiga joia da família. Thaddeus é um Jones, membro da sociedade Arcana, é um hipnotizador. Um pouco fechado, e sem vida social, o motivo o seu dom, fica contente quando se apercebe que Leona é imune ao seu poder. Trabalha como investigador e é conhecido pela alcunha de o Fantasma. O que tem estas personagens em comum ? Além da química, e do interesse mutuo, um cristal conhecido como cristal Aurora. Ele esta interessado porque diz que pertencia ao fundador da sociedade, e em mãos erradas pode causar o caos, ela porque é uma herança familiar, que passava de mãe para filha. Mas não são os únicos interessados. Nas altas esferas da sociedade Arcana, membros conspiram e formaram uma seita, interessada em apoderar-se da formula desenvolvida pelo fundador, e que acentuaria os poderes paranormais, e o cristal Aurora, é a chave para mais informação. Estão dispostos a tudo. E aqui a autora dà-nos um serial Killer, conhecido como o Monstro da Maia-Noite, um cientista maluco, e muitos indivíduos sedentos de poder.
Nota: 7,5/10

sábado, 30 de março de 2013

Musica do dia

Zazie - Je Suis Un Homme  (adorei este video que fizeram para uma das minhas musicas favoritas)

Organização do blog: selos

Na pàgina dos selos vou deixar apenas as imagens dos mesmo.

Estes selos foram oferecidos pelo blog: lerviverler
obrigada:)
são os primeiros, uma das funções é conhecerem-nos melhor atraves de um questionario:
As regras deste selo são:

  • Indicar um mínimo de dois livros que gostei de ler em 2012 (sem limite máximo);
  • indicar pelo menos três livros que desejo ler em 2013 (sem limite máximo);
  • Indicar o nome e o link de quem ofereceu o selo;
  • Oferecer o selo a mais 10 pessoas para dar sequência a este projeto de incentivo à leitura.

1°- moon sworn da Keri Arthur ; la cancion de los maooris da Sarah Lark

2° - o novo da Belinda Bornsmith, o 3° da série rangers da Pamela Clare, e gostava que continuassem a publicar a Kate Quinn
3° bolg: ler é viver; sit
e :lerviverler
Selo II



regras para este selo:
Lista com 11 factos sobre nós
Nomear 11 bloggers com 200 ou menos seguidores, colocar o link dos respectivos blogs neste post e avisá-los/las sobre os prémios
11 factos sobre mim:
gosto de chuva; gosto de gelado de pistacho; adoro conversar; adoro um bom filme de terror, de preferência japones; o meu carro de sonho é um carocha; tenho a mania da pontualidade; gosto de ser directa; nao gosto de atum; adoro a cor verde; sou maluca pelos meus sobrinhos; tenho um sério problema em acumulaço de livros
blogs:
Selo III
Oferecido pela demy do Blog:
adreamerinwonderland
As regras do selinho são:
Lista com 11 factos sobre nós
Responder às 11 perguntas que nos atribuíram
Nomear 11 bloggers com 200 ou menos seguidores, colocar o link dos respectivos blogs neste post e avisá-los/las sobre os prémios
Fazer 11 novas perguntas para esses mesmos bloggers
11 factos sobre mim: tenho 33; vivo em França; gosto de Aletria doce; nao gosto de praia; adoro filmes da disney; detesto ver TV francesa (traduzem tudo); gosto de andar; eu e o ebooks.... nao é facil; não gosto de fazer ginastica; adoro cozinhar; adoro o Outono
As respostas:
1. O que é que odeias num livro? Violência com crianças
2. Quantos livros tens na tua wishlist? 278

3. Qual é o livro que gostavas de ver adaptado no cinema?
A série Natalie lignstron do autor : Stephen Woodworth
4. Quantos livros leste em 2012? 264
5. Qual é a personagem masculina que te intrigou mais?
Seth da série Sucubbus da Richelle Mead

6. Se pudesses ser um livro, serias qual?
Não faço ideia, mas de certeza um livro de fantasia
7. Qual foi o último livro que compraste? Addison Fox: Baby it's could outsde

8. Gostas de triângulos amorosos? Depende do triângulo
9. Qual é o género de livros que menos gostas? Poesia, não deixa de ser ironico, ja que o melhor texto de prosa, para mim, pertence a um poeta
10. Qual é o teu autor(a) preferida?
Tenho varios, impossivel de dizer

11. Se tivesses uma lâmpada mágica, quais seriam os teus três desejos?
Saude, dinheiro, e espaço para arrumar os meus livros
as minhas perguntas:
1° qual o pior livro que leste em 2012?
2° se tivesses que dar um titulo de um filme à tua vida qual seria?
3° quantos livros les-te em 2012?
4° qual o casal que mais gostas-te?
5° qual o género que mais detestas?
6° se pudesses escolher um escritor/a para jantar quem seria?
7° se fosse um animal serias o qué?
8° qual o livro que gostarias de ler em 2013?
9° autor que mais te desiludiu?
10° se fosse para uma ilha deserta, que livro levarias?
11° qual a pergunta que nunca te fizeram, mas à qual gostarias de responder?
blog:


sexta-feira, 29 de março de 2013

Livro n.° 53


Titulo: Amor a segunda vista
Titulo original:  Second sight

Autor/a: Amanda Quick

Editora: Romantica zeta

Paginas: 333
Género: Romance de época

Site autor/a: http://www.krentz-quick.com/

Sinopse original: 
In financial straits and on a sure path to spinsterhood, Venetia Milton thought her stay at the remote, ramshackle Arcane House, far from society’s prying eyes, would be a once-in-a-lifetime opportunity to engineer her own ravishment. She was there to photograph the relics and artifacts collected by a highly secretive organization, founded two centuries earlier by an eccentric alchemist. And the alchemist’s descendant - her employer, Mr. Gabriel Jones - had the eyes of a sorcerer . . . After a night to remember, Venetia is prepared to cherish the memories of her romantic encounter and move on, but she is shattered when, shortly after their night together, she reads of Jones’s death in the papers. As a private tribute to her onnetia’s special “double vision” has caught the attention of someone Mr. Jones is tracking - someone who will go to any lengths, even murder, to possess an ancient, extraordinary secret that has been lost for centuries. Someone who believes that as the “wife” of Mr. Jones, Venetia is the key. Now, as she introduces Gabriel about town as her miraculously back-from-the-dead “husband,” Venetia must join him in a perilous quest to track down a dangerous opponent who manages to stay one step ahead. As they explore the darker, wilder underbelly of the modern, scientific Victorian world, they must see through society’s illusions - or this time, Gabriel Jones may not be coming from the dead, and neither may Mrs. Jonee-time lover, she adopts the name “Mrs. Jones” and the guise of a respectable widow, and embarks on a new career as a fashionable photographer in London, where her unique ability to “see” beyond her subjects and capture that quality in her photography makes her photographs highly prized. But her romantic whim causes unexpected trouble. For one thing, Mr. Jones is about to stride, living and breathing, back into her life. And the bonds that tie them together include more than just the memory of passion; Ves.

Opinião:
1° livro da série Sociedade Arcana. Esta sociedade foi criada por um alquimista à cerca de 200 anos, os seus membros são homens e mulheres com certos « poderes » paranormais e que se dedicam a estuda-lo. A intriga começa a desenrolar-se a partir do momento em que é descoberto o laboratório do alquimista fundador da sociedade e desaparece um caderno, escrito de forma codificada. A partir desse momento acontecem mortes, ataques, estranhos acontecimentos. Esta é a típica novela da autora, um romance entre dois protagonistas fortes, e com um toque de paranormal. É espantoso o quanto a autora adora a expressão « paixão ilícita », esta sempre a utiliza-la nos seus livros. A historia entretém, tem momentos de diversão, bastante mistérios (uns previsíveis, outros nem por isso), e pouco romance na minha opinião. É neste ponto que fiquei desiludida, achei algumas cenas de amor insípidas. Achei alguns personagens secundários muito « planos ». Venetia Milton, é uma solteirona (ainda não fez 30 anos), que após a morte dos pais descobre algo que estes escondiam, e que os deixa na ruína. Tem a seu cargo 1 irmã e um irmão, e uma tia. Para sobreviver decide trabalhar como fotografa, algo pouco corrente para a época. Tem um segredo consegue ver auras. Gabriel Jones, é membro da Sociedade Arcana. Discreto, meticuloso. Tem que descobrir quem roubou o caderno do seu antepassado. Estes dois conhecessem quando ela vai fotografar a colecção da sociedade. Ficam ambos interessados. Gostei da atitude da Venetia, ao conhece-lo decide convence-lo a tirar uma foto,e que será o amante ideal para a « arruinar », só é preciso seduzi-lo, algo que ela não faz ideia como. Consegue ter uma noite com ele. São obrigados a separar-se. E é aqui que a historia poderia ter sido melhor aproveitada. Para sobreviver em Londres, Venetia escolhe dar-se a conhecer como a viúva Jones. Pensa que Gabriel esta morto, mas passados alguns meses este aparece « vivo » e a reivindicar o seu lugar de marido. As confusões começam, e as ameaças à família de Venetia também. Começa uma corrida contra o tempo. A adaptação à vida de casados poderia ter tido momentos mais intimos e que não fossem apressados.
Nota: 7,25/10

quinta-feira, 28 de março de 2013

Livro n.° 52


Titulo: Les secrets de Maidenwood
Titulo original: Be buried in the rain

Autor/a: Barbara Michaels
Editora: Plon

Paginas: 273
Género: Romance sentimental

Site autor/a: http://www.mpmbooks.com/
Sinopse original: The Past Holds Terrors... There are secrets buried at Maidenwood--dark secrets that span generations. Medical student Julie Newcomb, who once spent four miserable childhood years at this rundown Virginia plantation, would rather not resurrect ancient memories, or face her own fears.
That Can't Be Forgotten
Yet Julie cannot refuse her relatives' plea that she spend her summer caring for the bedridden--but still malevolent--family patriarch. Reluctantly, Julie agrees, praying that life at Maidenwood will not be as bleak as before. From the first, though, Julie finds Maidenwood a haunted place, not merely echoing with grim reminders, but filled with dark secrets that will become part of her life even today

Opinião:
Gosto bastante desta autora, acho que foi uma pioneira ao ser das primeiras a juntar romance com paranormal, mas este livro é para mim o mais fraco de todos os que já li. A 1° metade do livro é aborrecida, a autora anda à volta do mesmo sem trazer nada de novo que impulsione a intriga, que portanto prometia bastante. Cheguei ao ponto de desesperar por cenas do Elvis, que é o cão, o personagem mais interessante. A 2° metade é melhor, a escrita tem mais ritmo, mas o final foi rápido de mais, e mais uma vez, estava à espera de outro seguimento para os personagens. A base desta historia tinha tudo para dar origem a uma historia fantástica. Julie é uma estudante de medicina. Quando termina as aulas, recebe uma chamada da mãe, que lhe pede que vá ajudar a avô que se encontra mal e a morrer. Aceita, mas sem vontade nenhuma, detesta a avô, uma personagem mesquinha e cruel, ao ponto que os 4 anos que viveu com ela quando era criança, foram quase totalmente esquecidos como forma de protecção. E depois existe uma visita quando tinha 18 anos, e que resultaram no rompimento do noivado com Alan um arqueólogo por quem estava apaixonada. A autora tentou criar um ambiente gótico e negro, e quase conseguiu. A casa esta em ruínas, a avô apesar de ter metade do corpo paralisado, consegue estender as suas « teias » e ainda humilhar, um casal de empregados estranhos, e fanáticos religiosos. A única « luz » é a enfermeira, com quem Julie consegue estabelecer uma amizade, além do Elvis que ela vai adoptar. A autora perdeu imenso tempo a descrever as rotinas da casa na minha opinião, e em coisas minusculas, e sem interesse nenhum. A verdadeira intriga esta relacionada com a descoberta de ossadas de uma mulher e de um bebé, que foram vestidos com roupa de época e deixados abandonados numa estrada da propriedade. Quem são, o que lhes aconteceu, e quem os deixou lá ? São as questões deste livro, umas respostas são previsíveis, outras surpreendentes. E depois existe o Alan, disposto a tudo para descobrir algo que por muitos é considerado uma lenda, e pelo qual se tornou obsessivo, pondo em causa o relacionamento com a Julie. Ambos vão se unir para descobrir o segredo de Maidenwood. Achei ambos protagonistas arrogantes, e para ser honesta não tive muita empatia por nenhum dos dois.
Nota: 6/10

terça-feira, 26 de março de 2013

Desafio arco-iris


Este selo foi dado pela Cat do blog: paginas-encadernadas

Porque, segundo o algodaodoceparaocerebro, nós somos tímidas,


As REGRAS são muito simples:

1. Referir quem vos deu o selo: paginas-encadernadas

2. Postar uma foto de uma pilha com as cores do arco-íris.

3. Passar o selo a 10 blogs super-hiper-mega coloridos!
 
A minha pilha, todos da J. R. Ward, a maioria dos meus livros ou so brancos, pretos, ou vermelhos, tive alguma dificuldade, é por isso que não é muito "colorido"


 
 A maioria dos blogs ja recebeu o selo, logo vou dar apenas a alguns :

 

Afinal sempre tinha livros coloridos, estavam num armário e já me tinha esquecido deles... deixo aqui outra pilha:
 
 


 

segunda-feira, 25 de março de 2013

Livro n.° 51


Titulo: Passionnément
Titulo original: Lucky in love
Autor/a: Jill Shalvis
Editora: Milady
Paginas: 447
Género: Romance sentimental

Sinopse original: 
Mallory Quinn has had enough of playing it safe. As a nurse and devoted daughter, she takes care of everyone but herself. And as the local good girl, she's expected to date Mr. Right. But for once, she'd like to take a risk on Mr. Wrong. And who could be more wrong than Ty Garrison? The mysterious new guy in town has made it clear that he's only passing through, which suits Mallory just fine. Besides, his lean, hard body and sexy smile will give her plenty to remember once he's gone . . .
For the first time in his life, Ty can't bear to leave. Helping this sexy seductress-in-training walk on the wild side is making him desire things he shouldn?t?including leaving the military for good. As their just-for-fun fling becomes something more, Mallory and Ty wonder if they could really be this lucky in love. After all . . . anything can happen in a town called Lucky Harbor

Opinião:
4° livro da série Lucky Harbor. Este é o melhor livro da série para mim. Consegui notar uma evolução da autora em todos os livros, os protagonistas deixaram de se comportar como adolescentes histéricos, para adultos, personagens mais próximos da realidade. O humor continua, mas é mais contido e tem as suas cenas próprias, a autora deixou de parte a necessidade de colocar piadas em todos os diálogos. Com este livro começa-se outro ciclo. As 3 próximas protagonistas (2 delas já tinham aparecido, 1 é nova), vão criar um laço de amizade numa noite de tempestade,  enquanto comem um bolo de chocolate falam das suas misérias, dos seus sonhos e fazem promessas, e uma delas esta relacionada com a formação de um clube : as Dependentes de Chocolate, prometendo juntar-se sempre que possível e comer bolo de chocolate em quanto discutem a sua vida. E a 1° a ver uma das promessas realizadas é a Mallory. Esta precisa de um acompanhante para um baile de caridade,  na mesma noite de tempestade ela e as amigas salvam o misterioso habitante mais conhecido como o « Jeitoso », que num estado quase comatoso promete a uma delas acompanhar a Mallory, e como é óbvio vai se esquecer. Mallory é um dos pilares da vila, enfermeira, esta sempre disposta a ajudar os outros, nunca diz não. A família dela é conhecida como Louca, todos já fizeram algo disparatado, ou continuam a fazer. Ela não, após a morte traumática de uma irmã  promete nunca dar trabalho e ser sempre simpática. É adorada pelas pessoas mais velhas, com excepção da senhora Burland, que é uma peste e a rival da Lucille, entre as duas velhotas venha o diabo e escolha... A vida social já teve melhores dias, com a ajuda das amigas consegue um acompanhante, mas este não aparece, e quando finalmente surge, uma série de factos, vai tornar a vida da ambos de pernas para o ar. Ty é um agente especial da marinha, após um acidente grave, vai recuperar para Lucky Harbor. Mantêm uma distancia com a população. Mais conhecido como « jeitoso » graças à pagina do Facebook da Lucille, desperta a mais variadas interrogações. A atração e um relacionamento com a Mallory é tudo o que não quer. O que eu gostei nestes personagens é que ambos tem muita bagagem pessoal, problemas a resolver, e muito medo em amar, o que torna a historia mais "rica". Este é no fundo um romance típico, em que os personagens se ajudam mutuamente a « curar » as feridas. A intriga é básica e simples. A escrita continua fluida. A autora conseguiu integrar na louca Lucky Harbor as personagens e as suas historias. É um romance sem pretensões, mas consegue o mais importante, fazer com que torçamos pelos personagens e queiramos continuar a ler para ver como resolvem os problemas. No final deste livro, a autora deixou uma receita de bolo de chocolate, que me deixou a salivar de tão decadente. Tenho que a experimentar.
Nota: 8/10

domingo, 24 de março de 2013

Livro n.° 50


Titulo: Éperdument
Titulo original: Head over heels

Autor/a: Jill Shalvis
Editora: Milady

Paginas: 357
Género: Romance sentimental

Site autor/a: http://jillshalvis.com/

Sinopse original: 
Breaking rules and breaking hearts
Free-spirited Chloe lives life on the edge. Unlike her soon-to-be married sisters, she isn't ready to settle into a quiet life running their family's newly renovated inn. But soon her love of trouble--and trouble with love-draws the attention of the very stern, very sexy sheriff who'd like nothing better than to tame her wild ways.
Suddenly Chloe can't take a misstep without the sheriff hot on her heels. His rugged swagger and his enigmatic smile are enough to make a girl beg to be handcuffed. For the first time, instead of avoiding the law, Chloe dreams of surrender. Can this rebel find a way to keep the peace with the straitlaced sheriff? Or will Chloe's colorful past keep her from a love that lasts . . . and the safe haven she truly wants in a town called Lucky Harbor

Opinião:
3° livro da série Lucky Harbor. Este é até ao momento o livro mais « adulto » da série, existe humor, mas de uma forma mais contida. Para ser honesta não estava à espera, já que a protagonista é conhecida como a Selvagem, por gostar de arriscar, ser bastante independente, e pelas « loucuras » que faz. Existe uma intriga que esta bem presente e é estruturada ao longo de todo o livro, possui mesmo um pouco de policial, apesar de esta parte ser bastante fraquinha. Com este livro a autora terminou um ciclo dedicado às 3 irmãs. A protagonista é a Chloé, irmã mais nova. É a única que viveu com a mãe, já que esta nunca disse quem era o pai. Habituada a uma vida de hippie e nómada, tem sérios problemas em fixar-se e envolver-se emocionalmente. A relação com a irmãs não é das melhores, mas ao longo da série esta vai se fortalecer, e as 3 vão formar laços fortes. Esteticista free-lancer, sonha em lançar uma linha de produtos naturais, pequena, mas temperamental, dependente de uma aplicação do telefone sobre uma bola "vidente" que responde a questões, e adora conduzir a alta velocidade na sua Vespa. O maior amigo dela é o Lance, que descobrimos na dedicatória da autora, foi criado para homenagear um amigo que faleceu com a mesma doença da personagem. Ambos tem algo em comum : a falta de ar, ele pela doença que sabe que é mortal, ela porque sofre de asma cronica, o que lhe dificulta a vida e os namoros, porque sempre que tenta ter sexo, acaba no hospital com uma crise. Esta personagens ao longo da série vão fazer algumas « loucuras », mas no fundo é uma forma de viverem o presente da forma mais feliz possível. Só que acabam muitas vezes admoestados pelo Xerife Sawyer. Sawyer é o melhor amigo do Jax e do Ford, a sua adolescência foi problemática. Abandonado pela mãe e criado pelo pai, a relação destes dois não é boa. Podia ter acabado na prisão, mas decidido a viver segundo as regras e apoiado pelos amigos é agora um agente da lei. A atracção pela Chloe é tudo o que não queria. Gosto bastante desta personagem. Ao longo do livro vamos acompanhando os altos e baixos da relação, e o dia a dia do hotel. Os outros pares também participam na intriga, o que é excelente, gosto sempre de saber o depois. A Lucille continua no seu melhor, actualizar a pagina do Facebook, e agora tirou um curso na net para oficializar casamentos, e desesperada para saber quem é o “jeitoso” que comprou uma casa na vila. Este livro tem cenas de amor, sexo, humor, amizade, e momentos de bastante reflexão pessoal.
Nota: 7.5/10

sexta-feira, 22 de março de 2013

Marcadores de livros - 1





Um destes dias vi no you tube marcadores de paginas feitos através da técnica japonesa origami. Decide experimentar, descobri que até não sou assim tão incompetente (tirando a do cisne, devo ter falhado uma das dobras finais). E depois o botão pausa ajudou bastante. Vou colocar aqui o resultado (com excepção do cisne....) e os vídeos que me ajudaram a fazer estes marcadores diferentes. Os vídeos são de tadashi mori, existem mais vidéos. so é preciso papel.
 





Livro n.° 49


Titulo: Tendrement
Titulo original: The sweetest thing

Autor/a: Jill Shalvis
Editora: Milady

Paginas: 365
Género: Romance sentimental

Site autor/a: http://jillshalvis.com/
Sinopse original:
Tara has a thousand good reasons not to return to the little coastal town of Lucky Harbor, Washington. Yet with her life doing a major crash-and-burn, anywhere away from her unfulfilled dreams and sexy ex-husband will do. As Tara helps her two sisters get their newly renovated inn up and running, she finally has a chance to get things under control and come up with a new plan for her life.
But a certain tanned, green-eyed sailor has his own ideas, such as keeping Tara hot, bothered . . . and in his bed. And when her ex wants Tara back, three is a crowd she can't control-especially when her deepest secret reappears out of the blue. Now Tara must confront her past and discover what she really wants. If she's lucky, she might just find that everything her heart desires is right here in Lucky Harbor

Opinião:
2° livro da série « Lucky harbor ». Este livro foi menos infantil do que o anterior, mas estruturado, com mais intriga e aproveitamento de personagens. Continuou a haver diálogos e cenas surreais, mas em menor quantidade. O estilo da autora continua fluido, e pela forma que criou o universo de lucky Harbor, imagino que seja uma pessoa bastante divertida. Neste livro esta em evidência a irmã mais velha, a Tara mais conhecida pela alcunha Dama de Ferro. Esta personagem faz-me lembrar um pouco a Bree de Donas de Casas Desesperadas, sempre perfeita ou a tentar sê-lo. A Tara é um pouco rígida, organizada, tudo tem que estar perfeito, como ela diz : « não transpira, brilha ». Adora cozinhar, e que a comida tenha toneladas de calorias, ou não fosse ela uma dama sulista, e quando se enerva até o sotaque aparece. Quando tinha 17 anos passou um verão com a mãe que iria mudar toda a sua vida, e agora o regresso a Lucky Harbor, esta cheio de lembranças, dor e culpa, por decisões que teve que tomar. A sua ideia inicial era vender e partir o mais rapidamente possível, mas acaba por ficar a ajudar a reconstruir o hotel e a trabalhar num restaurante. E depois existe Ford. Habitante querido da vila, é um herói, atleta de vela com prémios internacionais e medalhas de ouro. É dono de metade de um bar com o Jax. Ford foi o seu primeiro amor, e esta a fazer os possíveis para que os dois se entendam, e para que ela admita que ainda gosta dele. Mas nada é fácil, o « erro » do passado vai surgir ao mesmo tempo que aparece o Ex de Tara decidido a conquista-la. Toda a intriga gira à volta deste « duelo ». Alias toda a vila esta envolvida graças à Lucille. E quem é a Lucille ? Digamos que o pilar e central de mexericos da vila. Amiga da mãe das protagonistas, dona de uma galeria de arte, mas faz trabalhos de limpeza. Ninguém sabe a idade dela, apenas que se situa entre 70 e 100 anos. É fácil de ver no meio de uma multidão, anda sempre de ténis brancos, fato de treino rosa fluorescente, maquilhagem carregada. A ultima dela, adoro a personagem, decidiu abrir uma conta no Twitter e no Facebook em nome da vila, o motivo, troca mais de rápida de informações. Ao saber deste « duelo », vai abrir uma votação online para que a vila escolha pela Tara, e fazer uma campanha, com cartazes incluídos para apoiar o Ford. Neste livro vemos que afinal a Tara é uma personagem vulnerável, e que a imagem de fortaleza é uma mascara. Existe bastante introspeção da mesma sobre decisões, e consequências. A intriga poderia ser pesada devido ao passado que volta ao presente, mas a autora conseguiu transformar a situação em algo « leve »e não dramático. No final do livro a autora acrescentou uma receita da Tara : »gratinado da felicidade ».
Nota: 7,25/10

quinta-feira, 21 de março de 2013

Citações sobre livros ou leituras


Tradução livre

Alguns dos conselhos de vida herdados pelas protagonistas no livro Simply irresistible – Jill Shalvis :

« Um bom copo de vinho é a solução para todos os problemas, mesmo que estes não existam »

« Não levem a vida muito a sério, porque de qualquer das formas ninguém sobrevive »

« Sempre que pensas que chegaste ao fundo, costuma aparecer alguém que te da uma pá para continuares a cavar »

«  A experiência é algo que ganhamos quando já não precisamos dela »

«  Sorriam... isto força as pessoas a se perguntar o que é que estarás a pensar »

«  A felicidade é uma questão de espírito »

«  Os homens são como lugares de estacionamento : os melhores estão ocupados, e os livres inacessíveis »

«  Tira lições dos erros das outras pessoas. Nunca teràs tempo de cometer todos os erros »

«  Os homens são como caixas de chocolate, nunca sabemos o que escolher até todos experimentar »
 
 

Livro n.° 48


Titulo: Irrésistible
Titulo original: Simply irresistible

Autor/a: Jill Shalvis
Editora: Milady

Paginas: 344
Género: Romance sentimental / Comédia

Site autor/a: http://jillshalvis.com/

Sinopse original:
Maddie Moore's whole life needs a makeover. In one fell swoop, Maddie loses her boyfriend (her decision) and her job (so not her decision). But rather than drowning her sorrows in bags of potato chips, Maddie leaves L.A. to claim the inheritance left by her free-spirited mother--a ramshackle inn nestled in the little coastal town of Lucky Harbor, Washington.Starting over won't be easy. Yet Maddie sees the potential for a new home and a new career--if only she can convince her two half-sisters to join her in the adventure. But convincing Tara and Chloe will be difficult because the inn needs a big makeover too. The contractor Maddie hires is a tall, dark-haired hottie whose eyes--and mouth--are making it hard for her to remember that she's sworn off men. Even harder will be Maddie's struggles to overcome the past, though she's about to discover that there's no better place to call home than Lucky Harbor.
Opinião:
1° livro da série : Lucky Harbor. Este é um romance simpático, com personagens simpáticos, uma historia de amor interessante, sexo e cenas de humor um pouco delirantes. Para ser honesta achei alguns diálogos e cenas completamente parvas e surreais, aonde personagens pareciam mais adolescentes um pouco histéricos. Mas, também tenho que confessar que depois de entrar no estilo da autora dei por mim a rir, e apreciar certas falas. Achei que as personagens foram mal aproveitadas, o protagonista era perfeito demais, e que a relação entre os protagonistas foi rápida para o meu gosto, faltou um pouco de suspense. Este romance é bom para quem quer descontrair e ler algo um pouco parvo que nos faça sorrir. A intriga : Maddie Moore esta numa péssima fase : terminou com o namorado que era violento, perdeu o emprego, e pela mesma altura perdeu a mãe que ela mal conhecia. Esta personagem é um pouco tímida, tem a alcunha o Rato, é paranoica e obsessiva, por exemplo não mistura os alimentos, trapalhona, viciada em batatas fritas com sabor a vinagre, e com a necessidade de perder peso. Tem 2 meias-irmãs, que praticamente não conhece. São todas de pais diferentes, e foram criadas pelos pais, já que a mãe era hippie e um pouco excêntrica. Após a morte desta, fica a saber que em conjunto com as irmãs herdou um hotel numa vila piscatoria. Vê aqui uma oportunidade para começar de novo, o problema convencer as irmãs que querem vender, arranjar dinheiro para o restauro, já que esta tudo em ruínas. E depois existe o Jax. É dono de metade de um bar, de uma empresa de construção, e o presidente da câmara. É rico e esta envolto em mistério, esconde varias coisas à Maddie. Para espanto dele interessa-se por ela e começa a desejar ter algo mais sério. O que eu gostei neste livro : a relação entre as irmãs todas elas diferentes, e com as suas paranoicas, o cenário criado pela autora, um pouco louco, mas interessante. Apesar das manias a Maddie é uma personagem por quem tive empatia. Achei interessante a caixa com lemas de vida que a mãe delas lhes deixou, e que a autora coloca antes de cada capitulo. Outro ponto interessante, é o facto de apesar do protagonismo ser da Maddie, a autora ter dado « voz » ao Jax em alguns capítulos, o que faz com que a intriga fique mais « próxima » do leitor.
Nota: 7/10

terça-feira, 19 de março de 2013

Livro n.° 47


Titulo: Le journal de Mr. Darcy
Titulo original: Mr. Darcy's diary
Autor/a: Amanda Grange
Editora: Milady
Paginas: 397
Género: Romance de época

Sinopse original: 
Monday 9th September
"I left London today and met Bingley at Netherfield Park. I had forgotten what good company he is; always ready to be pleased and always cheerful. After my difficult summer, it is good to be with him again. ..."
The only place Darcy could share his innermost feelings was in the private pages of his diary... Torn between his sense of duty to his family name and his growing passion for Elizabeth Bennet, all he can do is struggle not to fall in love. Mr. Darcy's Diary presents the story of the unlikely courtship of Elizabeth Bennet and Fitzwilliam Darcy from Darcy's point of view. This graceful imagining and sequel to Pride and Prejudice explains Darcy's moodiness and the difficulties of his reluctant relationship as he struggles to avoid falling in love with Miss Bennet. Though seemingly stiff and stubborn at times, Darcy's words prove him also to be quite devoted and endearing - qualities that eventually win over Miss Bennet's heart. This continuation of a classic romantic novel is charming and elegant, much like Darcy himself.

 
 
Opinião:
Para quem se perguntou o que teria sentido e pensado Darcy personagem emblemática de « Orgulho e preconceito » da Jane Austen, tem neste livro uma visão interessante. Com base nos diálogos, cartas trocadas, e no próprio livro, a autora Amanda Grange criou o diário pessoal de Darcy , que nos possibilita ver o seu dia-a-dia, o que pensou, sentiu. A leitura é interessante e somos logo « enviadas » para o universo da Jane Austen. Este é um livro para fãs, já que no fundo não trás quase nada de novo. E digo quase, porque temos acesso a um Darcy, orgulhoso, arrogante, mas também apaixonado, algo perdido nos seus sentimentos, e bastante sensível. A escrita é fluida e simples. Todos os acontecimentos mais marcantes estão presentes. Gostei da parte final, aonde temos acesso à vida de casados em Pemberley. Devo dizer que a autora conseguiu passar para o papel fielmente todas as características dos personagens, era fácil « encontrar » a Lydia, a Caroline, Elizabeth, etc. Outro aspecto interessante é podermos acompanhar os momentos em que Darcy « salva » a irmã de Wickham, e podemos também estar « presente » quando ajuda a irmã da Elizabeth a fútil da Lydia. Para quem nunca leu « orgulho e preconceito » recomendo a sua leitura em primeiro. Não recomendo a fãs que adorem a vertente misteriosa e fria de Darcy, porque aqui temos acesso a muito mais, e algumas fãs podem achar algumas cenas lamechas, mesmo sabendo que num diário pessoal temos direito a o ser.
Nota: 8/10

Citações sobre livros ou leituras


Tradução livre

« (…) se dissesse-mos todos a verdade, o mundo desbordaria de tristeza, em particular neste momento. Nem toda a verdade deve ser dita.(...)”

Mr. Darcy's Diary – Amanda Grange

« (…) - Prefere talvez a leitura a museus ?

- Não propriamente, murmura ela. Os livros são muito difíceis, não concorda ? Contêm tantas palavras !!

- é claramente um dos seus defeitos, isso não se pode negar !

Elizabeth teria sorrido a este comentário, mas é com uma voz sem qualquer humor que Miss Farnham murmura :

- é exatamente o que eu penso !

O silêncio fez-se de novo(...) »

Mr. Darcy's Diary – Amanda Grange